A PARÁBOLA DA IDOSA QUE DECIDIU SER FELIZ

 

 

vdf

Dona Maria era uma senhora de 92 anos, elegante, bem vestida e penteada.

Estava de mudança para uma casa de repouso, pois o marido, com quem vivera 70 anos, havia morrido e ela ficara só…

Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando uma atendente veio dizer que seu quarto estava pronto.

A caminho de sua nova morada, a atendente ia descrevendo o minúsculo quartinho, inclusive as simples e baratas cortinas que enfeitavam a janela.

– Ah, eu adoro essas cortinas – disse ela com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho.

– Mas a senhora ainda nem viu seu quarto…

– Nem preciso ver – respondeu ela. Felicidade é algo que você decide por princípio.

– E eu já decidi que vou adorar!

É uma decisão que tomo todo dia quando acordo.

Sabe, eu tenho duas escolhas:

Posso passar o dia inteiro na cama contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem…

… ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem.

Cada dia é um presente.

E enquanto meus olhos abrirem, vou focalizá-los no novo dia com gratidão e alegria.

Quando chegaram ao quarto, a atendente chorava baixinho porque havia aprendido uma grande lição de vida…

Você tem sempre, a cada dia, duas escolhas: a de contar e reclamar suas dificuldades ou a de agradecer as bênçãos diárias que são muito maiores que seus problemas…

Lábios que murmuram, que reclamam sempre atraem maldição, derrota, tristeza…

Lábios que murmuram entristecem o coração de Deus, atrazam suas vitórias…

Quando murmuramos deixamos o ambiente ao nosso redor vazio, seco, escuro…

Quando murmuramos contaminamos o ambiente, nossos relacionamentos e nosso próprio coração…

Quando murmuramos plantamos sementes de derrota…

Decida ser feliz!!!

 

(Autor Desconhecido)

 

Leia também