ESCADAS DO TEMPO

img_4927

 

Perdoa no mundo aquele que te espanta
Com o desprezo, a traição e a dor.
Vai ao florista e manda-lhe uma flor.
Prossegue a tua caminhada e canta.

Larga no tempo o pranto e o desamor,
Desata em calma o nó da tua garganta,
Sai da tristeza! Ergue-te! Levanta!
Lança-te ao novo, em festa e com vigor.

Apaga a mágoa toda do passado,
Tudo que nele houver de malogrado,
Abraça a vida, vai em frente e cresce!

Perdoa no mundo quem já te feriu,
Já que essa escada que ele um dia subiu
É a mesma escada pela qual se desce.

(Silvia Schmidt)

Leia também