INGENUIDADE…

 

 

410

Há muitos anos um rapazinho vivia nas florestas de Malee, Austrália, num tempo de prolongada ausência de chuva em que rios e fontes de água deixaram de correr.

Certo dia ouviu dizer que na cidade de Melbounne a água corria com abundância de qualquer torneira que abrissem.

O garoto possuia uma pequena economia. Decidiu, então, ajuntar mais um pouco e procurar adquirir uma das torneiras, na expectativa de que, abrindo-a em qualquer tempo, teria água com fartura.

Ingenuidade, não?

Mais ingênuos são os que pensam que, sem estarem unidos a Cristo, terão paz no coração, perdão e vida eterna.

“Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará.”- São João 15:5 e 6.

Leia também