NÃO CANTEI HOJE…

 

 

louvando

Senhor, eu hoje não cantei ao levantar-me..
Entanto, sabes, eu me propusera
Bem de manhã, logo ao saltar do leito,
Cantar com voz sincera
E a pleno peito,
Um hino em Teu louvor;
– Um hino alegre, retumbante,
O qual, enquanto Te exaltasse
Também me afugentasse
As apreensões, o vil temor
Do dia entrante.

Eu não cantei, Senhor, ao levantar-me…

Eu não cantei, com devoção,
O Teu amor!
Daí, talvez, a agitação
Em que passei toda a jornada;
Daí o passo incerto
E o descontentamento
Que o dia me tornaram um deserto
E a caminhada – um esmorecimento.

Senhor, eu hoje não cantei ao levantar-me…

Os dissabores foram-se aumentando,
Crescendo tanto a preocupação,
Que a Boca se me foi fechando
E se me foi prendendo o coração…

E agora que o crepúsculo já desce,
Ficou-me n’alma o eco amargurado
De um hino que eu, Senhor,
Devera Ter cantado,
Qual prece,
Em Teu louvor,
E que hoje não cantei ao levantar-me!

 

(Luiz Waldvogel)

Leia também