ONDE ESTÁ SEU IRMÃO?

 

 

lupa

Encontrei um menor na rua, sem camisa, costas nuas, sem sapatos,
pés no chão, sujos, como a mente de tanta gente
que se conforma com a situação:
“- Menino, onde está seu irmão?”

Encontrei um velho maltrapilho, sem bengala, sem o filho,
sem amparo no mundo cão, perguntei-lhe de repente por que
tanta gente se conforma com a situação:
“- Velho onde está seu irmão?”

Encontrei uma mãe solteira encaminhando-se para uma fileira
que terminava na prostituição. Acomodados na triste sina
conformavam-se com a situação:
“- Mãe solteira, onde está seu irmão?”

Encontrei um migrante e um patrício, chegados a pouco
numa procura que não há quem não canse. Encontrei um louco,
sem hospital, sem hospício.
Todos sem chance, um aleijado com ofício, e um cego vendo
com a mão. Perguntei sem conformar com a situação:
“- Ei, onde estão seus irmãos???”

Encontrei um sem teto E filho sem colchão, mãe sem afeto e
mesa sem pão…:
“- Ei, onde estão seus irmãos???”

Encontrei um ex-prisioneiro marcado pelo erro que cometeu.
Encontrei um macumbeiro fazendo despacho para ateu.
Encontrei um excepcional sem centro de recuperação.
Encontrei um homem de quarenta vetado na profissão:
“- Ei, onde estão seus irmãos???”

Irmãos??? Ou pelo menos um irmão, cadê o próximo? Cadê o cristão?
Procurei e fiquei vermelho com o susto que me ocorreu…
Pois ao ver-me no espelho vi que o irmão era EU..!!!

Leia também