A PARÁBOLA DOS TRÊS DOADORES

 

 

dinheiro

Três homens, moradores da mesma cidade, faziam ofertas regulares e generosas para a igreja.

Certo dia, preocupado mais com a motivação das ofertas que com o valor, o líder da comunidade procurou-os, um por um, e perguntou-lhes o que os levava a ofertar daquela forma.

O primeiro, um fazendeiro, respondeu:

– “Bem, como sabe, sou um dos homens mais ricos desta cidade; assim, devo ofertar mais que os outros, pois o que diria o povo se visse que minha oferta é menor?”

Triste por ouvir uma resposta tão mesquinha de alguém que parecia tão generoso, seguiu para o segundo.

Sua resposta, com expressão de ódio no olhar, foi:

– “Olha, não tem sido fácil manter estas quantias e regularidade, mas enquanto aquele fazendeirinho estiver ofertando para aparecer, estarei nos seus calcanhares. Vamos ver quem pode mais!”

Já abatido e temeroso de receber resposta ainda pior, foi ao terceiro.

Ele não era pobre, mas sua riqueza era bem inferior à dos outros dois. Contudo, sua respos­ta foi a que se espera de um verdadeiro cristão.

Ele disse:

– “Meu amigo, o que eu dou não é tanto assim, gostaria de dar mais. Na verdade eu nem dou, só devolvo, e com alegria, uma parte do que Deus mesmo já me deu. Tudo o que existe neste mundo per­tence a ele e sou grato por poder devolver um pouco do muito que dele recebo.”

Os motivos fazem a diferença!

Leia também