QUANDO DIGO QUE SOU CRISTÃO

 

 

jvcz

Quando digo “eu sou um cristão,” não estou gritando “eu sou salvo”.
Estou sussurrando “Eu me perdi! É por isso que optei por este caminho”.

Quando digo “eu sou um cristão,” não falo com orgulho humano.
Estou confessando que tropeço e necessito que Deus seja o meu guia.

Quando digo “eu sou um cristão,” não estou tentando ser forte.
Estou professando que estou fraco e oro por forças para continuar.

Quando digo “eu sou um cristão,” Não estou me gabando de sucesso.
Eu admito que sou falho e não posso pagar a dívida.

Quando digo “eu sou um cristão,” não acho que eu sei tudo.
Apresento a minha confusão pedindo humildemente para ser ensinado.

Quando digo “eu sou um cristão,” Não pretendo ser perfeito.
Minhas falhas são demasiadamente visíveis, mas Deus acredita que eu possa valer a pena.

Quando digo “eu sou um cristão”, ainda sinto o cheiro da dor.
Tenho a minha quota de melancolia, é por isso que vou buscar o seu nome.

Quando digo “eu sou um cristão,” não estou querendo julgar.
Eu não tenho autoridade – Só sei que sou amado.

(Carol Wimmer)

Leia também